Comprar, vender, aluguel Casas e apartamentos em Florianópolis, Grande Florianópolis, São José

18/11/2016 | Como funciona o aluguel de garagem em apartamentos

Se você necessita realizar um aluguel de garagem no seu condomínio, por que precisa de uma vaga extra para seu carro, saiba como proceder!

 

Como funciona o aluguel de garagem em apartamentos

 

Deixar o carro “dormir” na rua pode ser um motivo de grande preocupação para quem mora em apartamento mas não tem vaga para estacionar. Seja por possuir uma vaga disponível no condomínio ou porque seu apartamento não possui uma vaga, o aluguel de garagem pode significar um alívio para quem tem preocupação com a segurança do seu patrimônio.

Para realizar o aluguel de garagem é preciso, primeiro, ter disponibilidade de uma vaga na garagem, já que a maioria dos condomínios não se opõe a essa prática. Depois, é preciso tomar alguns cuidados jurídicos para evitar complicações futuras e sobre os cuidados que falaremos neste post.

Conheça quais os tipos de vaga disponíveis no seu condomínio

Geralmente, já que você mora ou se já possui uma vaga no prédio, irá conhecer mais a respeito da natureza da vaga. Porém, se você está avaliando para compra ou locação deve descobrir qual o tipo de garagem do condomínio.

Existem vagas indeterminadas, ou seja, a convenção do condomínio determinou que não existe local fixo para estacionar. A prioridade será de quem chegar primeiro e caso você precise usufruir do aluguel de garagem nessa condição, será preciso discutir também com o síndico.

A solução, às vezes, é alugar uma vaga em uma casa próxima do seu apartamento, desde que haja possibilidade. Ou mesmo em um estacionamento próprio para isso.

Por outro lado, na vaga determinada, o aluguel de garagem será facilitado, pois sua localização é fixa, ela consta na escritura do imóvel e o proprietário poderá inclusive, gerar um contrato para locação do espaço.

Conhecer a vaga também significa visitá-la para saber qual é a sua localização, se está próxima de colunas e também se ela é coberta ou não.

Como deve ser um contrato para alugar uma vaga de garagem

O contrato para validar um aluguel de garagem deverá, a exemplo de um contrato de locação, conter a finalidade do documento, o endereço e a localização da vaga, os valores acordados entre ambos, bem como juros e multas por atraso, se assim forem acordadas.

O proprietário poderá pedir que conste uma cópia do documento do veículo do locador que for ocupar a vaga. Caso hajam mais veículos que venham a ocupar a vaga em sistema de rodízio, o proprietário deverá ser avisado e poderá pedir cópias dos outros automóveis também.

Existe diferença de tamanho em vagas de garagem?

Aos olhos desatentos, vagas de garagem em condomínio são todas do mesmo tamanho. Mas devido à necessidade do aproveitamento de espaço, as vagas variam entre P, M e G.

Vagas pequenas não acomodam bem nem um carro popular e não servirão para você caso seu automóvel seja um moderno sedan ou mesmo um SUV. Para casos como esse, vale, mais uma vez, conhecer a vaga antes de fechar o aluguel e procurar uma nova garagem caso essa não sirva.

E qual o preço justo para pagar por um aluguel de garagem

O cálculo do valor do aluguel de uma vaga costuma ser aleatório e variar segundo aqueles praticados no condomínio. O valor da taxa de manutenção do condomínio e a localização do imóvel serão fatores que influenciarão o valor do aluguel da vaga.

Mas existe uma forma mais prática e precisa de se calcular o valor do aluguel da vaga: aproximadamente 1% sobre o valor total pago pelo espaço.

Digamos que um proprietário pagou R$ 30 mil pela sua vaga. Para realizar o aluguel da garagem, o valor cobrado será algo em torno de R$ 300, o que é um ótimo investimento em comparação com algumas aplicações.

Existem vagas mais sofisticadas, com espaço para depósito de ferramentas ou mesmo garagens que, mesmo em condomínios, são fechadas e privativas. São raros os casos, mas quando uma vaga dessa estiver disponível, o proprietário vai determinar o valor.

0