Comprar, vender, aluguel Casas e apartamentos em Florianópolis, Grande Florianópolis, São José

  • +55 (48) 3330 1600 / +55 (48) 9172 9993

24/10/2013 | 10 itens a serem verificados na vistoria de imóveis adquiridos na planta

Imagine este cenário;Depois da espera, finalmente a construtora comunica que o imóvel, adquirido na planta, está finalizado!

A euforia se mistura com a emoção e alguns detalhes podem passar despercebidos aos olhos do comprador. Para auxiliar neste momento, o Yahoo consultou especialistas que elaboraram uma lista de itens a serem observados na vistoria da tão sonhada casa própria. 

De acordo com José Carlos Ribas, engenheiro civil, ouvidor do CREA/MS, a primeira coisa a ser feita é a comparação entre o que foi contratado e o que foi entregue através do Memorial Descritivo, fornecido pela construtora. 

A vistoria deve ser realizada com boa iluminação, pois nestas condições quaisquer falhas e imperfeições ficam mais visíveis. O advogado especialista em Direito Imobiliário na Henrique Guimarães Advogados Associados, Henrique Guimarães, aconselha que, caso o consumidor opte por não contratar acompanhamento especializado na vistoria, ele deve levar alguns objetos que lhe serão úteis para a ocasião: Trena (para comparar as medidas dos cômodos), bolinha de gude (para medir o nível do piso), lâmpada e soquete, máquina fotográfica, e carregador de celular. O cliente deve abrir todas as torneiras e verificar se a água está saindo com facilidade e ainda, verificar se não há vazamentos.

Para isso, as torneiras devem ficar por alguns minutos abertas, mancha em uma parede por onde passa a tubulação é um indicador de vazamentos, afirma o engenheiro José Carlos Ribas. 

É importante se dirigir até o quadro de distribuição e observar se todos os disjuntores possuem identificação (chuveiro, tomada, iluminação, cozinha). Essa identificação é necessária para que, em caso de emergência, o morador possa desligar apenas a chave que necessita. Também dentro do quadro de distribuição tem que constar um disjuntor geral. 

Ainda na parte elétrica, é preciso testar todos os interruptores acendendo todas as lâmpadas. Com o carregador de celular teste as tomadas para ver se todas funcionam corretamente. Também é importante ter a consultoria de um profissional para verificar o dimensionamento da fiação da casa, que, se for muito fina, além de aquecer, pode aumentar o custo da energia.

O advogado Henrique Guimarães chama a atenção para verificar se os pontos elétricos de telefone e antena de TV estão nos locais corretos. 

Nas paredes devem ser observadas a pintura, rachaduras, porosidades, ondulações e manchas. O engenheiro José Carlos Ribas diz que, a aproximação de luz na parede pode demonstrar imperfeições não visíveis a olho nu. O rodapé da parede deve ser observado e caso haja mancha é porque não foi feita uma fundamentação adequada, lembra o engenheiro. 

De acordo com o arquiteto Gil de Camillo, da Gil Carlos de Camilo Arquitetura, deve ser verificado se o rejunte está liso, se há diferença entre as peças. O Advogado Henrique Guimarães pede atenção para o nivelamento do piso e o engenheiro José Carlos Ribas, chama atenção para a colocação, se esta bem colocado, pois pode acontecer de ter pisos soltos. 

No telhado, o engenheiro ressalta a importância da presença de um profissional, pois pode acontecer de a construtora utilizar madeiramento "verde" que, com o passar do tempo, pode causar problemas, como dobrar e com isso causar infiltração. 

Contudo, o maior problema em imóveis comprados na planta, de acordo com os especialistas, está na qualidade dos materiais, uma vez que sua especificação é feita em um momento, mas quando chega à execução, os materiais podem sair de linha, sendo utilizado uma opção similar que deve ter seu valor próximo ao acordado, não havendo garantia da qualidade. Lembrando que esta não é uma prática de todas as empresas, mas pode acontecer, ressalta o arquiteto Gil Carlos e o engenheiro José Carlos Ribas. 

Desta forma, para que o cliente tenha garantias, deve fazer uma pesquisa detalhada sobre a construtora atestando sua capacidade técnica, onde será verificado quem é o responsável pela construção, e, nesse sentido, o CREA fornece informações sobre os profissionais técnicos, se há ou não reclamações entre outras informações. 

Diante disso, fica a dica: Contrate um especialista. Vale a pena pagar um pouco a mais e ter um relatório detalhado evitando problemas futuros, uma vez que há prazo para reclamações de defeito e é bem mais fácil resolver qualquer falha enquanto o imóvel ainda está vazio e sob a custódia da empresa, do que depois de entregue e mobiliado, lembra o engenheiro José Carlos Ribas e o advogado especialista em direito imobiliário Henrique Guimarães.

Por Juliana Almeida | Yahoo Contributor Network

Fonte: Yahoo  

0