Comprar, vender, aluguel Casas e apartamentos em Florianópolis, Grande Florianópolis, São José

  • +55 (48) 3330 1600 / +55 (48) 9172 9993

08/07/2013 | Cinco ideias para economizar na reforma

Planejamento é ponto importante para evitar imprevistosReforma

por Fabiana Franzolin

O sonho de reformar a casa pode se transformar em motivo de estresse se mal planejado. Nada pior que começar a quebradeira e descobrir que vai faltar dinheiro e a obra precisará ser interrompida. Para você não ter que enfrentar este tipo de problema e tirar de letra os dias de bagunça na sua casa, confira cinco atitudes essenciais para economizar na reforma e evitar imprevistos.

1. Projeto: Ter em mãos um bom projeto arquitetônico é fundamental para estipular e definir as metas. É preciso saber exatamente onde a reforma vai começar para que nada saia do controle. O projeto dá uma boa dimensão do que é preciso comprar e qual a real necessidade de cada item.

2. Planejamento:Com o projeto definido, é hora de partir para a etapa do planejamento. Se tudo estiver estipulado, fica mais difícil acontecer imprevistos no cronograma e nos gastos. Essa fase requer mais atenção para evitar desperdícios, tanto de dinheiro quanto de tempo. Você precisará pesquisar tudo, desde coisas básicas como cimento até itens de acabamento. E toda essa demanda precisa estar definida no cronograma. Por exemplo, se a reforma for começar por um quarto, a ideia é saber exatamente quantos pacotes de cimento serão necessários para aquele determinado ambiente. Hoje em dia a maioria das grandes lojas de material de construção está na web, muitas possuem dicas e fazem vendas online, inclusive.

3. Pagamento:Depois de pesquisar e comprar os materiais, pague sempre à vista. Desta forma você pode pechinchar um bom desconto, muitas vezes além dos 5 ou 10% oferecidos pela loja. E se você encontrou materiais em promoção, não se iniba! Faça estoque para aproveitar o preço.

4. Profissionais: Profissionais competentes e de confiança, na hora da elaboração do projeto você já deve ter contratado um bom arquiteto. Isso porque ele saberá exatamente onde pode haver mudanças, como por exemplo, a demolição de uma parede sem afetar o sistema hidráulico e elétrico. Mas grande parte dos problemas, geralmente, ocorre durante a execução da reforma. Por isso, é importantíssima a contração de mão de obra eficiente e especializada. Converse com amigos que já reformaram, pesquise na internet e peça dicas para descobrir os melhores profissionais da área. Se o orçamento permitir, é sempre bom contratar alguém para fiscalizar todas as etapas.

5. Reutilize materiais:  Converse bastante com seu arquiteto para saber exatamente o que pode ser reaproveitado. Muitas vezes, um taco na sala pode ser colocado em outro ambiente ou ainda as portas e armários podem ser reutilizados.

Por ImóvelWeb.

0