Comprar, vender, aluguel Casas e apartamentos em Florianópolis, Grande Florianópolis, São José

02/04/2013 | Momento é propício para redução de juros no financiamento imobiliário

Analistas de mercado já aumentaram suas projeções para a taxa Selic. Banco Central divulga aplicativo para calcular juros e outras despesas.
Você ainda não reduziu o custo de seu financiamento imobiliário? Então não perca mais tempo. Os analistas de mercado já aumentaram suas projeções para a taxa Selic, a taxa básica de juro, para este ano e, com o custo do dinheiro mais elevado, se as projeções se confirmarem, suas chances são menores de reduzir o custo de seu financiamento.  Portanto, não deixe para amanhã.
 
Os financiamentos imobiliários tiveram uma redução expressiva nas taxas durante. Em parte, esta redução acompanhou a trajetória de queda na taxa de juro básica da economia e, em parte também, foi pressionada pelo aumento da concorrência entre os bancos.
 
O Banco Central divulgou a pesquisa Focus, que mede as projeções dos analistas para a taxa básica de juro e outros indicadores econômicos, como inflação e crescimento.  A pesquisa mostra que, pela terceira vez consecutiva, foram elevadas as projeções para a Selic em 2013, desta vez de 8,25% para 8,50%. O mercado estima que o juro permanecerá nesse nível até o fim de 2014. Há quatro semanas, a expectativa era de que o juro encerrasse 2013 onde está, em 7,25%.
 
A taxa de juro é um dos mais importantes preços da economia e informação relevante para que você faça suas escolhas de consumo ou investimento. Na página do Banco Central, você encontrará muitas informações, desde o histórico das taxas de juro no Brasil até a média das taxas praticadas pelos bancos nas mais diversas modalidades de crédito.
 
Recentemente o Banco Central lançou um aplicativo para ajudar o brasileiro a calcular a taxa de juro embutida nos financiamentos, corrigir valores pela inflação e outras funcionalidades. O aplicativo é de graça e leva o nome de Calculadora do Cidadão.Fonte: REDIMOB 
0