Comprar, vender, aluguel Casas e apartamentos em Florianópolis, Grande Florianópolis, São José

  • +55 (48) 3330 1600 / +55 (48) 9172 9993

14/03/2013 | O proprietário do imóvel quer desistir da negociação, e agora?

É importante que o corretor de imóveis informe ao cliente como é feita e qual a base da avaliação para se estabelecer o valor de venda do imóvel.O imóvel é colocado a venda e em pouco tempo aparece um comprador. A situação pode ser vista como excelente, porém, em alguns casos o proprietário sente-se inseguro quanto ao preço do imóvel. Será que  para aparecer um comprador com tanta rapidez o valor deve estar abaixo do mercado? E é esta insegurança pode resultar na recusa da venda.
 
Medidas preventivas podem ser pensadas para evitar desentendimento em caso do proprietário do imóvel recusar ofertas ou desistir do negócio. Para isso é importante ficar atento às cláusulas do contrato da autorização de anúncio e principalmente, à boa comunicação.
 
Avaliação do imóvel
 
De acordo com Rodrigo Barreto, corretor de imóveis, é importante que o corretor informe ao cliente como é feita e qual a base da avaliação para se estabelecer o valor de venda. Outro fator é a atenção quanto às cláusulas do contrato da autorização de anúncio e ao preenchimento da ficha de avaliação do imóvel.
 
"Normalmente o valor da avaliação é menor do que o proprietário estava esperando. Mas, mesmo assim, deve abrir espaço na ficha de avaliação para preencher dois valores: o valor autorizado para venda e o valor que o corretor entende como comercial", afirma Barreto, em seu blog.
 
Para garantir credibilidade e profissionalismo, todas as propostas devem ser formalizadas. Barreto acredita que o corretor deve sim, apresentar os critérios da análise e identificação do preço de venda do imóvel, posicionando-se com firmeza e seriedade.
 
Coleta de informações 
 
O corretor deve deixar o cliente seguro e, para isso, deve colher todas as informações necessárias e possíveis sobre o vendedor, o imóvel e principalmente sobre as intenções futuras do proprietário. Assim o profissional pode auxiliar o cliente na compra de outros imóveis (caso essa seja a intenção da primeira venda), um negócio que esteja dentro das expectativas de ambos.
 
"Na maioria dos casos as pessoas que vendem seus bens o fazem com intuito de adquirir outro imóvel. Daí surge o receio de não conseguir auferir um valor suficiente para compra da nova moradia", diz. Desta forma, um bom corretor faz toda a diferença, inclusive, na prospecção de novos contratos. 
Fonte: REDIMOB
0